Jogo da poupança

Antecipei a atividade prevista para o dia mundial da poupança para não coincidir com o dia das bruxas e foi esta a explicação dada às crianças.
A atividade decorreu durante a manhã e início da tarde e a parte mais interessante teve dois momentos. Depois de conversarmos sobre mealheiros, a sua utilidade, saber quem tinha, que formato tinham e depois de explicar em que consistia o jogo da poupança,  distribuí 3 notas no valor de 1€ cada a todas as crianças. Cada um seria responsável pelo seu dinheiro e com ele compraria o que quisesse e quando quisesse. Se não quisesse comprar, guardaria o dinheiro.
Foi dito que a loja abriria duas vezes durante a manhã, e eventualmente outra vez, num dia destes. Os produtos à venda seriam reais mas eles só saberiam quais eram quando a loja abrisse.
Na primeira abertura da loja (antes do lanche da manhã) havia à escolha dois tipos de rebuçados. Duas crianças gastaram a totalidade do dinheiro. A maioria comprou apenas 1 produto e optou por guardar 2 notas.
Na segunda abertura da loja (antes do almoço) havia para venda, rebuçados, chupa-chupas e bonecos. A maioria gastou o resto do dinheiro. Seis crianças optaram por adquirir apenas 1 produto e guardar 1 nota para a eventualidade da loja abrir noutro dia.
No início da tarde refletiu-se sobre o jogo e as escolhas que cada um tinha feito. Falou-se de dinheiro, de despesas e de poupança. Falou-se também de família, das suas necessidades, das surpresas que surgem e que implicam gastar dinheiro e da necessidade de ter dinheiro nesses momentos. Por fim, foi fácil concluir que é importante poupar.

Quem gastou o dinhero de uma só vez percebeu que gostaria de ter tido dinheiro para gastar no 2º momento. Quem perdeu dinheiro sentiu que é aborrecido perder dinheiro porque ele fez falta para adquirir o que gostaria, e não reclamou, porque sabia que era responsabilidade sua guardar o dinheiro.
Quem poupou ficou satisfeito por saber que no próximo jogo terá mais notas para gastar e por isso poderá comprar mais.
Foi um jogo interessante e muito educativo.

 Depois de concluída a atividade, e porque estava prometido, preparamos os cadernos para levarem para casa no fim de semana. As meninas, sempre prontas a ajudar, deixaram as capas limpinhas.

Bom fim de semana.


2 comentários:

rosarinho disse...

Muito interessante o vosso jogo. só não entendi o porquê do euro ser nota em vez de moeda :)
obrigada pela partilha. bjs dos Fofos e daq Rosarinho

Albertina Pereira disse...

Olá Rosarinho. Foi apenas por uma questão pragmática: era necessário um grande número para fotocopiar e recortar e a notas permitiram maior rapidez. Em todo caso essa era uma questão menor uma vez que o objetivo centrava-se na gestão do dinheiro No mundo do faz-de-conta tudo é validado e assim foi porque as crianças não levantaram qualquer questão com isso :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...