Bom feriado!

Continuamos em modo halloween.
 Alguns concluíram trabalhos iniciados ontem, outros avançaram para outras tarefas.
 

Hoje vimos duas histórias: uma do Gasparzinho e a do João e Maria.



O pai do João ofereceu-nos alguns pés de couve, alface e salsa. Já estão nos canteiros.
As couves plantadas no ano passado parecem estar a ganhar nova vida com a chuvinha que tem caido.


Ai que medo!

A mãe da Inês ofereceu-nos uma abóbora já preparada. Apenas tivemos de fazer os olhos e a boca. Com a vela acesa fica mesmo com ar assutador! Hoje perguntei se queriam enfeitar a abóbora mas a maioria votou contra. Fica assim!
 As histórias e as canções relacionam-se com o tema da semana e os trabalhos também.
 Hoje carimbaram com maçãs para fazerem abóboras e depois completaram com mais detalhes.
O dia de hoje foi cheio de travessuras!
Apagámos as luzes e projetámos na parede e no tecto imagens de bruxas, morcego, fantasmas e gatos assanhados. Estava prometida a vinda de uma bruxa gigante e ela apareceu nesta forma. Depois, os corajosos, enfiaram a mão numa caixa cheia de coisas esquisitas para apanhar um rebuçado. Sentiram coisas peludas, rabos de rato, cobras que mexiam e outras coisas assustadoras. Os corajosos foram poucos! No fim, todos tiveram direito  a rebuçados. Já fora da caixa, viram que afinal aquelas coisas esquisitas, era brinquedos e tudo a fingir.

Os mais velhos ainda completaram uma sequência numérica descobrindo que dali resultava um castelo de bruxa.
Hoje foi a vez do Filipe descontruir o número do dia. Utilizou o método dos pauzinhos. 

Tema da semana: 29.10 a 02.11


     A semana será dedicada à fantasia do halloween. Serão 4 dias em que brincaremos com os medos (bruxas, o escuro, fantasmas, esqueleto, feitiços,etc).
    Paralelamente, serão trabalhados conteúdos já abordados, de modo a cimentar aprendizagens. É também uma estratégia para insistir com crianças que demonstrem ritmos mais lentos de aprendizagem.
Boa semana!


Vigésimo sexto dia de escola

Modelam figuras com a plasticina feita na sala.
 A receita é simples e pode ser uma boa opção para a família num fim de semana de chuva. Basta juntar um copo de farinha, meio copo de água, algum óleo de bebé e algumas gotas de corante aliementar. Tudo junto numa panela e alguns minutos a mexer até descolar do fundo. Está pronta! Guarda-se embrulhada em película aderente (ou num saco de plástico) sem ar.
Mais outra história. Desta vez foi sobre o ciclo do mel. Também viram o genérico da abelha Maia.

Já tinham aprendido a desenhar uma lagarta. Hoje aprenderam a desenhar uma abelha.
Os mais velhos exercitaram a escrita da sílaba ba ao completarem palavras.
Os mais novos fizeram grafismos simples para treinarem o traço.
Temos um novo jogo que a Cila e a Sofia ajudaram a fazer. É sobre número e algarismo e inclui o grafismo dos pauzinhos que temos estado a trabalhar na decomposição do número do dia.
Quem já sabe contar e identificar os algarismos até 5, treina a escrita.

   Nas duas últimas semanas a alimentação dominou a escolha das atividades, especialmente, as desenvolvidas em grupo. A profundidade da abordagem foi a necessária para crianças desta idade, especialmente, atendendo à diversidade de idades.
   A par do jogo espontâneo e da selecão livre de atividades, desenvolveram-se atividades focalizadas na aprendizagem da contagem, até cinco, do registo do número através da escrita do algarismo mas também de outros modos. A decomposição do número, atividade diária desenvolvida no início da manhã, ajuda a perceber como se constrói o número e é dirigida, especificamente, às crianças que transitarão para o 1º ciclo.
  
Bom fim de semana.

"Cheira bem!"

Hoje fizemos plasticina caseira. Colorida, muito maleável e perfumada.
 

Continuando com o tema da semana, vimos a história sobre o azeite. Aprenderam que o azeite é feito de azeitona e que a árvore é a oliveira. Procurámos, no youtube, vídeos que mostrassem como se apanha a azeitona. Vimos que há máquinas muito engenhosas que abraçam a árvore e a abanam, fazendo cair as azeitonas. Ainda encontramos uma canção, já muito antiga.
Ao lanche comeram bolachinhas com doce de abóbora que a Sala 8 fez e nos ofereceu.

Ontem foi dia de aniversário e tivemos bolo. O João já tem 5 anos!

Antes da festa, o assunto foi a origem do leite.
De onde vem o leite? As respostas foram as do costume: do pacote, do supermercado, e até, das maminhas da mãe. É tudo verdade mas era preciso saber mais.


Roda dos alimentos

   Hoje não fomos a TIC porque o dia estava feio e tivemos medo que chovesse e nos apanhasse no caminho. Fica para a próxima semana.
   Inicámos a semana com a abordagem aos grupos de alimentos que podemos comer mais/menos. A largura das fatias da roda dão-nos de imediato essa informação. Alguns coloriram depois uma roda igual a esta. Outros terão oportunidade de o fazer amanhã.

   A apresentação em power point serviu de apoio à conversa.

Chegámos à 6ª feira

         Hoje foi dia de sintetizar os assuntos trabalhados durante a semana. O blogue da sala ajudou a relembrar através das imagens nele divulgadas.
        Nesta semana centramo-nos nos nomes e nos momentos das  principais refeições, nos frutos (nomes, cores, importância para a saúde), na contagem e algarismos até 5, nas 2 primeiras letras do alfabeto. As atividades de culinaria (hoje houve castanhas cozidas e mais bolachas com marmelada), as histórias e canções ajudaram na abordagem e aprofundamento dos assuntos.
        A história do Tomás deixou pistas para o desenvolvimento do tema a ocorrer na próxima semana. A roda dos alimentos ajudará a perceber que necessitamos de consumir alimentos de todos os grupos e também da importância da água na alimentação. Falaremos sobre a origem de alguns alimentos e continuaremos as noções matemáticas.

O que se faz num dia de chuva?

Jogos com números.
Do 1 ao 5, associam-se os algarismos à quantidade.  É preciso contar, conhecer os algarismos e estar atento para não ser enganado com os truques do adulto, que, acrescenta dificuldades ao desafio.
 

 Depois de aprenderem que podem desenhar uma lagartinha com alguns círculos, hoje fizeram desenhos com lagartas e outros elementos. Quem já consegue, escreveu o nome e copiou a data.

No início da tarde viram a história dos 3 porquinhos com muito interesse. 


Bolachas com marmelada

Continuamos a falar sobre alimentação e hoje fizemos marmelada com um fruto típico desta estação do ano. Para muitos, o marmelo, era um fruto desconhecido. Sentiram o cheiro que inundou a sala e, à hora do lanche, comeram marmelada com bolacha maria.
Considerem-se convidados para experimentar a nossa marmelada!

No início da semana, enquanto visualizavam imagens de frutos, algumas crianças não reconheceram o amendoim. Hoje, todos viram e comeram amendoins. 

A história escolhida para hoje falou-nos de uma lagartinha comilona.
 Depois da história viram como é fácil desenhar uma lagartinha.

Dia mundial da alimentação

Hoje falamos sobre frutas e vitaminas. A preparação da salada de fruta começou na sala logo de manhã. Vimos com atenção quais as frutas que tinhamos na mesa e depois assistimos ao trabalho de descascar e cortar em pedaços.
À tarde, à sombra, comeram a salada de frutas. Uns gostaram, outros nem por isso, mas todos gostaram da animação de uma tarde diferente.

A história do dia falava de patos, de legumes e de duendes que vivem escondidos nos legumes.
                                                                   Duendes Dos Legumes from pesdafg
A canção do dia fala-nos do pequeno almoço e da energia que nos fornece para crescer e brincar.


As frutas e as suas cores

Hoje foi dia de TIC. As crianças com mais experiência formaram par com aquelas que começam agora a aprender a utilizar o computador. O objetivo do primeiro dia consistiu em aprender a utilizar o rato.
                                                
Uma vez que amanhã é dia de mega salada de fruta, iniciámos o tema da semana com as quadras sobre as frutas. Depois coloriram um desenho que exigia associar as frutas às respetivas cores. Em caso de dúvida, as imagens davam uma ajuda.
 Além do nome, alguns começam também a copiar a data.


Plano de trabalho: 15 de out a 2 de nov

   A alimentação será o tema dominante. Procuraremos abordar questões relacionadas com a alimentação saudável, com a origem de alguns alimentos, a constituição e o momento do dia em que se comem as refeições. As atividades das diferentes áreas e domínios relacionar-se-ão com o tema em foco.
   No domínio da matemática, consoante o grupo de crianças em causa, reforçaremos a aprendizagem do número, do registo dos algarismos, da contagem; a aprendizagem de noções relacionadas com quantidade e tamanho; o treino da decomposição do número.
     No domínio da escrita, os mais velhos reforçarão a aprendizagem da letra A e conhecerão a letra B. Aqueles que iniciaram a escrita do nome poderão reforçar o treino, copiando-o. Os mais novos começarão com o treino do traço.
     No âmbito das expressões criativas, o desenho, a pintura, a modelagem, a dramatização, a música, são algumas das atividades disponíveis no dia-a-dia, ora livres, ora orientadas pelo adulto.
Boa semana!

1,2,3 ... segunda voltamos outra vez

Hoje foi dia de mais uma sessão de atividade física no recreio da escola. A próxima será no interior da sala com com outro tipo de exercícios.
Foi também dia de exercícios no papel. A propósito do esquema corporal, a tarefa para os mais novos do grupo, consistiu em associar a peça de vestuário/calçado à parte do corpo que serve. A tarefa introduziu um elemento novo que será repetido ao longo do ano e que exigiu  apoio por parte do adulto: o traço de ligação entre dois elementos. Foi um desafio com duas componentes.

Outro grupo trabalhou no caderno numa tarefa de matemática com os números em foco nestas duas semanas. Foi preciso contar, associar o número ao algarismo e treinar a escrita dos algarismos. Estas crianças começam agora a copiar o nome.

Os mais velhos aprenderam a desconstruir o número 12 (dia do calendário). Tendo em conta conhecimentos pré-existentes ( sabem contar, conhecem e associam o algarismo ao número, sabem escrevê-lo, sabem somar 10+2 ) o objetivo centrou-se na decomposição do número, procedendo ao registo do mesmo de diferentes formas. É algo em que iremos trabalhar com frequência.

O plano de trabalho da quinzena que hoje termina incluiu aspetos relacionados com a estação do ano (outono) e o esquema corporal, a iniciação à contagem até ao número 3 e as cores. Estas questões foram trabalhadas com recurso a histórias, poemas, canções, atividades de expressão plástica e física. Simultâneamente ou não, os assuntos estiveram presentes todos os dias e são observáveis aprendizagens efetuadas. A feira da praia, não constando no plano inicial, foi uma oportunidade aproveitada.

Na próxima semana iniciaremos a atividade TIC (2ª feira) e assinalaremos o dia da alimentação, numa atividade conjunta com as restantes turmas da escola, com uma salada de frutas.
Bom fim de semana.

Estrelas de figo e amêndoa

Hoje foi dia de culinária.
A receita para esta guloseima:
1. Escaldar as amêndoas para depois tirar a pele.
 2. Cortar os figos secos em cruz.
 3. Juntar dois figos e pressionar para colar, formando uma estrela.
Depois colocar metades de amêndoas.
 4. Levar ao forno e comer!
A maioria gostou e alguns repetiram. Também houve quem fizesse batota: comeram as amêndoas e deixaram o figo!
Na próxima semana será vez de cozer ou assar as castanhas. As amêndoas que sobraram servirão para outra sessão culinária.

Fomos à feira...

... comprar frutos secos. Queriamos andar nos carroceis e por isso andámos muito para lá chegar mas não estavam a trabalhar. Foi uma pena.
 Como estavam muito cansados, ficou para amanhã a nossa primeira experiência culinária que incluirá os frutos comprados hoje.
À tarde, explorámos os sites com hiperligação no nosso blogue, e ficaram conhecer jogos e atividades divertidas que ainda não tinham descoberto.

A história de hoje foi a Joaninha vaidosa que vimos e ouvimos na Biblioteca de Livros Digitais, já com colunas novas que a Sofia nos trouxe.
Este foi o primeiro passeio do ano e portaram-se muito bem.

Pintura perfumada...

... com espuma de barbear. Foi o que fizeram de manhã, e ao início da tarde, quem não teve oportunidade de o fazer antes do almoço.

Já tinham ouvido contar a história da Carochinha sem qualquer suporte senão a voz. Hoje viram e ouviram no monitor do computador.

 Temos insistido com a contagem até 3 e hoje foi vez de passar à escrita, iniciando no número um. Foi uma tarefa dirigida apenas a algumas crianças porque para as mais novas não faz sentido. Foi uma tarefa para incluir no caderno.

De modo espontâneo, vemos crianças mais velhas a ensinar amigos mais novos recorrendo aos suportes existentes na sala, neste caso, o calendário. A Inês contava e indicava o algarismo à amiga.

Encontrando-se numa fase de aprendizagem mais avançada, os mais velhos do grupo dedicaram-se a outra tarefa. As vogais são já suas conhecidas mas insistimos. A letra A a é a primeira letra do abecedário e a tarefa consistiu em reproduzir a maiúscula e a minúscula e em identificar a letra em algumas palavras.  

Um grupo tão heterogéneo obriga a diversificar as propostas e é isso que estamos a fazer.

Cabeça, ombros, joelhos e pés

     Continuamos com o nosso plano de trabalho e vamos intercalando o tema outono com aquele em destaque esta semana, o esquema corporal.
Mas antes de qualquer abordagem, o dia inicia-se com o registo da presença. À chegada, por sua iniciativa ou orientado pelo adulto, a criança regista um x no espaço correspondente ao seu nome e dia do mês. É mais uma forma de observar a sucessão dos dias e perceber a diferença entre o que já passou e o que há de vir.
O registo diário obriga ao treino da preensão do marcador e o espaço delimitado acrescenta dificuldade, produzindo, a seu tempo, o controlo dos movimentos da mão/dedos, necessário ao processo da escrita.

   O vídeo da canção "cabeça, ombros, joelhos e pés" desafia a memória e obriga a coordenar movimentos e música. Foi o ponto de partida para falarmos sobre as partes que constituem o corpo.



A seguir, pequenos e grandes, coloriram o desenho que foi depois dividido em partes, tal qual um puzzle. Enquanto coloriram a figura, os adultos observaram e orientaram no sentido de ensinar a agarrar o lápis corretamente, de preencher os espaços, de diversificar as cores.
 A segunda parte da tarefa consistiu em montar o puzzle, compondo novamente a figura. Cabeça, pernas, braços, têm um lugar próprio.


Toca a mexer!

Hoje foi dia de atividade física no recreio da escola. Correram, saltaram, passaram testemunho, contornaram obstáculos e divertiram-se.
 
A Cecília foi colocada na Sala 9 e por isso a equipa da sala está, finalmente, completa!
Soubémos que teremos TIC à segunda-feira, às 11:00h, na Escola Caldeira Alexandre. Iniciaremos a atividade no dia 15 de outubro.
Hoje foi um dia de boas notícias! Bom feriado. Bom fim de semana.


Mês 10 do ano 2012

Começámos a semana com novo calendário. Depois do mês número 9, veio o mês 10, outubro, conforme viram na régua dos meses que temos na sala.
Os mais velhos já tinham perguntado pelas "presenças" (quadro onde a criança regista diariamente a sua presença na sala) e com a chegada do novo mês demos início a esta rotina.
O vídeo do Ruca animou o início da manhã de segunda-feira e serviu de pretexto para a conversa sobre o outono. Mesmo a calhar, a Nicole trouxe cogumelos para mostrar aos amigos e voltámos a falar sobre eles, alertando para o perigo que representam os não comestíveis.
 A propósito do outono e dos cogumelos, criou-se um pequeno painel com a participação de todos.

À tarde, alguns ainda trabalharam no caderno. O objetivo consistiu em completar sequências de elementos alusivos ao outono.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...